quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Bandidos armados impedem caminhada de político na cidade‏

A insegurança continua tomando conta da cidade de Feira de Santana, apesar dos investimentos do Governo do Estado com policiais militares nas ruas e com operações da Polícia Civil. O fato já foi constatado e já abalou as estruturas de candidatos às eleições, que já sofreram na pele e foram coagidos por bandidos armados.Dois episódios foram verificados no final do mês passado em pelo menos dois bairros de Feira. No Fraternidade, quando um grupo de pessoas seguia por uma das ruas, durante a caminhada de um candidato a deputado estadual, os cabos eleitorais se depararam com dois homens numa motocicleta e com armas de grosso calibre, obrigando todos a retornarem senão abririam fogo. Os cabos eleitorais relataram que ficaram perplexos com a recepção dos homens armados, impedindo a caminhada por algumas ruas do conjunto Fraternidade. Outro episódio parecido aconteceu no Liberdade, quando a mesma equipe do candidato foi coagida a sair do local.
Um dos participantes da caminhada suspeita que o fato ocorreu porque um político, que se acha dono do reduto, teria mandado traficantes expulsarem os concorrentes. “Tenho certeza que não é por causa do som alto ou de pessoas que não gostam de políticos. Isso é política suja. Será que precisaremos de escolta policial para entrarmos em alguns bairros de Feira?", questionou um eleitor à nossa reportagem.
Não fomos informados se outros candidatos sofreram o mesmo constrangimento. Nenhuma queixa foi registrada na delegacia, mas acreditamos que as autoridades já tomaram conhecimento dos fatos.
Informações do Central de Polícia

2 comentários:

Andrezinhoow disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jadhy disse...

Esses politicos agora sente falta da polícia mais nenhum deles briga por melhores salários desses guerreiros do estado.